Andar de moto na chuva, dicas de segurança

  • 2 de agosto de 2017
  • Geral

Se você como milhares de brasileiros que possui a moto como meio de transporte, seja para trabalho seja para passeio, está cansado de transpor de lar com suas roupagem secas enquanto de repente é abismado por uma bela chuva, portanto fique atilado para várias dicas para você tenha como caminhar com sua moto na chuva sem se preocupar.

Possui vezes que compromissos essenciais são adiados, você chega procrastinado no trabalho ou na faculdade por conta de uma chuva inesperada. Existem muitos cuidados que o piloto de moto deve ter também enquanto for marchar na chuva sobre de sua segurança, porque com a chuva ocorrem muitos agravantes que é possível que levar você a suportar qualquer acidente.

Andar de moto na chuva, dicas de segurança

Portanto confira várias dicas de tal e como se proteger da chuva e também evitar possíveis acidentes:

O ideal é ter uma roupa apropriada, porque o desconforto compromete a pilotagem.

Andar de moto na chuva, dicas de segurança

Diminua a pressão dos pneus, um tanto somente, porque essa condição requer mas aderência ao solo. A pressão é possível que variar conforme a exigência, porém lembre-se de não diminuir bastante. Acontecimento isso, não vá olvidar de calibrar os pneus enquanto interromper a chuva.

Com a pista molhada estar circunspecto às poças d’ chuva, porque escondem buracos, pedras ou até mesmo motivar uma aquaplanagem, quesito nos quais as rodas perdem contato com o solo. Diminua a agilidade e também evite passar sobre elas. Ao percorrer trechos urbanos evite passar pelo esquina intestino das curvas. Nessa zona resta toda a sujeira do asfalto, singularmente resíduos dos carros pesados.

As faixas pintadas no asfalto costumam ser escorregadias mesmo no sedento, dessarte, evite marchar por elas e também mas ainda, evite açodar ao passar.

Frear a motocicleta exige a distribuição entre os freios dianteiro e também traseiro. O adequado é que essa proporção seja de 70% na roda frente e também 30% na roda traseira, porém continuamente de forma progressivo e também contínuo até a moto suspender. Se frear no sequioso já exige cautela, com o piso molhado a atenção deve ser maior. Pelo fato de o disco de freio estar molhado, é possível que acontecer correto retardo na ação de frear.

Zelo também com as máculas no asfalto: elas podem indicar qualquer entrave, como óleo ou alguma substância escorregadia, desníveis de pista ou objetos soltos. Se for preciso, corrija a trajetória, porém sem se olvidar do tráfico a sua vinda.